INTRODUÇÃO

A importância de fazer uma parada técnica estratégica

By:
Ian Pascoe
insight featured image
Diante de cenários econômicos extremos, não apenas supere a crise. Faça uma parada técnica estratégica para preparar seu negócio aos desafios da jornada à frente.
Contents

A Covid-19 desafiou os negócios de maneira inédita, e muitos inseridos no middle-market estão agora totalmente focados em construir maior resiliência em suas operações. No entanto, a verdadeira resiliência vai além da sobrevivência no curto prazo – isso significa atingir uma velocidade que retorne o negócio à trajetória de crescimento.

Construir resiliência requer um monitoramento completo – e contínuo – do ambiente de negociação e, em seguida, o ajuste dos negócios para otimizar o desempenho nessas condições. Trata-se de abordar a crise atual – nas palavras do professor Andrew Scott, da London Business School – como uma parada técnica.

Nas corridas de Fórmula 1, a estratégia é de que o carro permaneça o mínimo de tempo possível fora da pista, passando por uma análise e uma reinicialização de desempenho altamente focadas. Isso envolve trocar pneus, reabastecer e retornar para completar a corrida em alinhamento ideal com as condições.

Da mesma forma, para as empresas que respondem à Covid-19, elas precisam examinar seus motivadores externos: como seus clientes estão se comportando; as mudanças na dinâmica do mercado e no cenário da concorrência; onde elas podem acessar fundos; e antecipação e preparação para mudanças regulatórias.

Com essa percepção, as empresas podem ajustar ou transformar seus capacitadores internos, como: pessoas, talentos e habilidades; tecnologia e inovação; agilidade operacional e os processos de risco e governança que embasarão sua estratégia e seus programas. Todas essas áreas funcionam em sincronia, a fim de aumentar o desempenho.

Francesca Lagerberg.pngFrancesca Lagerberg, global leader – network capabilities na Grant Thornton International, diz: “Este é um momento clássico para pausar, reiniciar e avançar. As circunstâncias simplesmente colidiram de tal forma que todos estão sendo forçados a se sentar e olhar mais atentamente para aquilo que estão fazendo. Este é um bom momento para as empresas se ‘reajustarem’.”

Ian Pascoe.pngPara alguns, a mera sobrevivência diária é o problema número um. Ian Pascoe, CEO e managing partner da Grant Thornton Tailândia, diz: “Estamos falando de uma equipe de parada técnica; contudo, muitas empresas quebraram. A pista à frente contém muitas curvas acentuadas e o caminho a seguir será difícil em muitos setores. No entanto, as empresas que prosperam em um mundo pós-Covid-19 serão aquelas que aprenderam a se reinventar em tempos de adversidade.”

Fale com seu consultor local da Grant Thornton para discutir como você pode desenvolver maior resiliência em seu negócio.

 

Quer descobrir mais formas de reajustar seu negócio?

Nossa série de insights pode auxiliar as empresas a olhar para os drivers externos e os facilitadores internos que apoiarão sua estratégia e os programas e trabalharão de maneira integrada para potencializar o desempenho. Continue lendo para fazer uma parada técnica comercial e construir resiliência.

Drivers externos:

Comportamento do cliente
Dinâmica de mercados competitivos
Regulações locais
Captação de recursos

Capacitadores internos:

Pessoas e habilidades
Agilidade operacional
Tecnologia
Riscos e governança