Reunimos esforços para auxiliar no gerenciamento dos impactos da Covid-19 nos negócios. Saiba mais.

ESTADÃO

Afinal, qual é o propósito do ESG?

Muito se tem falado sobre ESG (Environmental, Social and Corporate Governance) e de como estes princípios podem e devem impactar o desempenho das empresas.

O tema tem ganhado força dentro das companhias e entre os investidores, mas se analisarmos profundamente, o conceito não é exatamente novo. Ao longo dos últimos anos, diversas empresas já vêm trabalhando de forma consciente visando gerar resultados sustentáveis, tendo em mente os impactos positivos que podem ser proporcionados para a sociedade nas quais estão inseridas.

É o que alguns têm chamado de “capitalismo consciente”, ou seja, uma maneira possível de aliar companhias rentáveis, mas com significado e propósito para todos. É fato que, no último ano, com a pandemia do coronavírus, essa discussão se acirrou ainda mais no mundo corporativo. Levantamento recente realizado com 5 mil empresários em 19 países apontou que 89% deles enxergavam o ESG com um papel fundamental em suas companhias. O estudo, realizado pela Grant Thornton, uma das maiores empresas de auditoria do mundo, mostra que o compromisso com o termo está além do discurso, já que essas práticas também podem render bons dividendos.

Confira a notícia completa