Ao se projetarem para um cenário pós-pandemia, 74% das lideranças empresariais brasileiras afirmam estarem dispostas a aumentar os investimentos na qualificação de suas equipes e apresentam maior atenção em oferecer algum tipo de suporte à saúde mental e psicológica dos colaboradores – sendo que 64% já ofereciam assistência antes da pandemia, 22% começaram a oferecer durante essa crise e outros 13% pretendem oferecer nos próximos meses.

O sócio de Capital Humano da Grant Thornton Brasil Ronaldo Loyola, em entrevista ao Valor Econômico, repercute os resultados do International Business Report (IBR) da Grant Thornton, realizada entre os meses de maio e junho com cerca de cinco mil lideranças do mid-market em 29 países - sendo 253 do Brasil.

Confira a notícia completa

 

Acesse mais detalhes da pesquisa

International Business Report | 1° Sem. 2021