insight featured image
As considerações de auditorias de cultura organizacional tem sido um requisito do Chartered Institute of Internal Auditors (IIA) para equipes de auditoria interna há alguns anos, mas recentemente sua ação se tornou muito mais comum.
Destaques

A maneira como essa ação é conduzida varia entre as organizações, podendo ser por meio de auditorias bottom-up usando equipes existentes, e para outros, é uma auditoria top-down usando suporte externo, pelo menos em alguma parte do processo. As próprias auditorias também se desenvolveram e se tornaram mais sofisticadas nos últimos anos, começando principalmente como auditorias de conduta, passando para a cultura de risco e, finalmente, para a cultura organizacional.

A chave é entender seus riscos específicos e qual abordagem, ou combinação de abordagens, agrega mais valor: tanto em termos de compreensão dos riscos e problemas, quanto de acréscimo ao debate estratégico dentro de sua organização. Em nossa opinião, é essencial começar com uma boa avaliação de risco. Se você deseja usar equipes internas, também recomendamos o aprimoramento de habilidades para que haja um entendimento e uma abordagem comum para a cultura de auditoria.

Uma das coisas mais simples que você pode fazer é manter os tópicos atuais em alta no risco cultural em sua agenda em 2021.

Risco de cultura – hot topics para 2021


Análise da cultura organizacional em um mundo pós-pandemia

A Covid-19 trouxe muitos desafios, principalmente em termos de risco de pessoas. À medida que avançamos, as organizações passam a analisar sua cultura, especialmente se a estratégia de negócios mudou ou está mudando. A cultura ainda é apropriada para apoiar e enfrentar os novos desafios futuros? Além disso, as organizações que agora têm mais profissionais trabalhando no modelo home office ou novos colaboradores que ingressaram remotamente, estão se perguntando como podem manter sua cultura nesse ambiente. A auditoria interna pode auxiliar na compreensão de como está a sua cultura organizacional ou onde há riscos de desalinhamento se você estiver criando uma nova.

Ronaldo Loyola (1).pngNa visão de Ronaldo Loyola, sócio de Capital Humano e líder de People&Culture da Grant Thornton Brasil, antes da Covid-19 pandemia praticamente metade dos valores das organizações estavam concentrados aos temas de viabilidade financeira, relacionamentos e performance das empresas. “Durante este período e olhando para um cenário pós-pandemia, há um claro movimento de aumento da importância dos aspectos relacionados a inovação, adaptabilidade, resiliência, propósito, colaboração e contribuição para a sociedade e o futuro.

Portanto, torna-se fundamental que todas as organizações façam um trabalho de mapeamento de seus valores a fim de entender qual o seu atual momento neste contexto e qual estratégia deverá ser adotada daqui para frente”.

Monitoramento contínuo

À medida que as organizações realizam suas primeiras auditorias culturais, seja de bottom-up ou top-down, elas buscam cada vez mais o monitoramento contínuo. Isso levou a um debate sobre quais aspectos da mudança de cultura devem ser medidos e como medi-los para que as organizações possam desenvolver análises amplas do cenário. Contribuiremos com esse debate à medida que ele progride, mas parte da resposta está em adaptar a abordagem a uma organização, de modo que seu próprio dashboard seja tão único e conectado à estratégia quanto sua cultura.

Loyola afirma que é possível destacar cmo um exemplo de monitoramento da cultura durante a pandemia o indicador do nível de entropia, ou seja, a quantidade de energia consumida em trabalho improdutivo. “Praticamente na maioria das empresas este indicador se manteve em queda, pois as mesmas procuraram se adaptar para sobreviver à crise reduzindo a intensidade dos aspectos que limitam a performance (burocracia, hierarquia, retenção de informações e feudos) e fortalecendo aspectos que comprometem a viabilidade financeira (redução de custos, cautela, foco no curto prazo, insegurança no emprego)”.

Leia também → Pesquisa: Cultura Organizacional no novo normal

Cadeias de abastecimento éticas

À medida que as organizações estão obtendo mais sucesso ao incorporar sua cultura internamente, os riscos na cadeia de suprimentos estão se tornando mais visíveis. As equipes de auditoria interna estão analisando cadeias de suprimentos éticas e alinhamento cultural com os principais fornecedores. Os riscos na cadeia de suprimentos podem levar a riscos culturais e de reputação, e evitar ambos é fundamental para o sucesso a longo prazo.

Feudos internos

Entre os principais desafios e riscos culturais analisados pela Grant Thornton estão os feudos internos. Departamentos, funções ou mesmo líderes individuais que trabalham contra a cultura empresarial causam atritos internos e regridem avanços conquistados mesmo nas equipes que estão engajadas na construção da cultura. A consistência é absolutamente essencial ao construir ou mudar a cultura, e a auditoria interna pode desempenhar um papel positivo na descoberta de feudos e, em seguida, na investigação dos fatores que os perpetuam.

Construindo capacidade interna

À medida que a auditoria cultural se torna uma parte normalizada das auditorias internas, vemos muitas equipes procurando desenvolver capacidade interna nesta área. Seja por meio do compartilhamento com outras equipes de auditoria interna ou de treinamento mais formal, é cada vez mais importante ter uma abordagem consistente, uma linguagem comum e um entendimento compartilhado do risco cultural em uma organização.

“Além da questão do risco cultural, as equipes necessitam ser desenvolvidas para um novo cenário imposto pela pandemia. Atualmente, as organizações estão muito mais preocupadas com o bem-estar das pessoas e com questões mais humanas de convivência. Aqueles que apresentarem capacidade em perceber mais facilmente esta mudança, conseguirá alcançar resultados melhores em qualquer contexto de trabalho”, pontua Loyola.

 

Como podemos auxiliar a sua empresa nessa jornada?

Se você deseja discutir algum desses tópicos ou abordar alguma necessidade específica na sua empresa sobre cultura organizacional, conte com nossos especialistas em Capital Humano. 

Entre em contato conosco