ARTIGO

Avaliações de investimentos: o que considerar diante das incertezas de mercado?

Fundos, administradores, gestoras para marcação de seus ativos a mercado e demais usuários de avaliações econômico-financeiras como gestão ou decisão estratégica para processos de M&A vêm sofrendo na análise e avaliação de ativos ou investimentos em função do cenário de incertezas que nos encontramos.

Para auxiliar nesse momento, relacionamos alguns dos principais fatores que devem ser considerados na apuração de valor de ativos e investimentos a partir das abordagens de mercado e renda no cenário atual.

Considerações sobre a abordagem de mercado

O ambiente econômico apresenta alguns desafios na conclusão de uma abordagem de mercado adequada e significativa.

  1. A empresa em questão pode diferir das empresas comparáveis ​​em termos de ofertas comerciais e estabilidade financeira. É importante entender as diferenças de como isso pode impactar no valor.
  2. Os múltiplos de mercado são normalmente calculados usando o valor de mercado atual comparado a uma métrica financeira defasada (isto é, EBITDA do trimestre anterior) que não refletirá verdadeiramente a taxa de execução esperada, devido às interrupções no ciclo de negócios.
  3. Os analistas ainda não atualizaram as expectativas de ganhos futuros com base no novo ambiente econômico e, portanto, múltiplos futuros podem não ser totalmente significativos.

É importante entender como a empresa em questão e cada um dos comparáveis ​​podem ser impactados e múltiplos devem ser considerados caso a caso.

Leia também Como as transações de M&A são impactadas pela Covid-19?

Consideração da abordagem de renda

A Abordagem de Renda pode ser a análise mais significativa em um valuation atualmente. No entanto, é importante não confiar apenas nas taxas de remuneração do momento. Atenção especial deve ser dada aos resultados históricos, às expectativas de fluxo de caixa durante e após a crise econômica e à linha do tempo esperada do declínio econômico. Algumas empresas podem experimentar um aumento de curto prazo nas vendas, que pode enfraquecer nos próximos meses. Outras empresas podem precisar considerar possíveis interrupções na cadeia de suprimentos.

As taxas de desconto são um dos principais fatores da abordagem de renda. Cuidados especiais devem ser tomados na relação adequada das taxas de desconto aos riscos inerentes a qualquer informação prospectiva, e o risco de desempenho deve refletir-se idealmente na previsão do fluxo de caixa, em vez de adicionar uma variável de prêmio de risco específico da empresa à taxa de desconto. Embora as taxas livres de risco tenham caído, isso é compensado por um aumento nos prêmios de risco, e outras variáveis como o beta e taxas de remuneração de capital de terceiros (dívida).

Reconciliação entre abordagens

É muito importante entender os principais fatores em cada conclusão do resultado da avaliação e não simplesmente confiar em fórmulas matemáticas. É importante avaliar cada input de informação para identificar a causa de quaisquer diferenças. Pode ser necessário reavaliar amostra de múltiplo, considerar diferenças entre perspectivas de múltiplos futuros versus históricos e/ou refletir o desempenho do EBITDA como indicativo de nível de desempenho recorrente e verdadeiro. Em uma Abordagem de Renda, você deve reavaliar taxas de crescimento, margens, cálculos de valores residuais e taxas de desconto para garantir que esteja alinhado adequadamente.

Por: Tomas Freyman, sócio Grant Thornton UK

Como podemos auxiliar e atender as necessidades específicas do seu negócio?

A equipe de Valuation e Modelagem econômico-financeira da Grant Thornton está explorando ativamente soluções e está disponível para auxiliar a sua empresa nesse momento de incerteza.

Entre em contato conosco