A relação da mulher com o mercado de trabalho, sem dúvidas, obteve um grande avanço nos últimos anos.

Contudo, em pleno século XXI, o mundo profissional ainda é mais difícil para elas, principalmente em altos cargos de gestão, como de CFO, por exemplo.

Segundo a pesquisa da International Business Report da Grant Thornton, divulgada em 2020, as brasileiras representam cerca de 34% dos cargos de liderança sênior nas empresas. O número coloca o Brasil em 8º lugar e acima da média de 29% dos países analisados.

Confira a notícia completa