MAPEAMENTO INÉDITO

Maturidade BIM no Brasil

A partir de janeiro de 2021, as obras públicas no Brasil deverão utilizar a metodologia BIM (Building Information Modeling), conforme decreto nº 9.983, que beneficiará o setor com ganhos de produtividade, redução de desperdícios, desempenho e controle mais afinado da obra e da operação das edificações.

Entretanto, a adoção da metodologia ainda está num estágio muito incipiente. Diante deste cenário, a Grant Thornton Brasil e o Sienge realizaram uma pesquisa pioneira para avaliar a maturidade das empresas brasileiras na implementação da metodologia BIM.

Relevância da metodologia

“O setor da construção no país precisa se preparar para inovações disruptivas, de acordo com as tendências da Construção 4.0. A metodologia BIM faz parte desta tendência global e está progressivamente, se tornando um agente importante para preencher as lacunas necessárias relacionadas à melhoria na transformação digital e consequentemente, na produtividade do setor”.

Luiz Iamamoto, líder do setor de Infraestrutura e Projetos de Capital da Grant Thornton Brasil

“Realizar este mapeamento é, ao mesmo tempo, um desafio e um marco na história do BIM em nosso País. É um olhar atento à realidade da Indústria da Construção para apoiar e incentivar o aumento da maturidade BIM no Brasil. Apesar do Governo Federal já ter estabelecido prazos para adoção do BIM em obras públicas, há uma grande pressão por parte do mercado, em todo mundo".

Giseli Anversa, Lead Product Manager do Sienge

O mapeamento é resultado do esforço colaborativo de diversos elos da Indústria da Construção.

Iniciativas pública e privada, escritórios de projeto, construtoras, incorporadoras, fabricantes de materiais de construção. Entre os meses de junho a setembro, centenas de profissionais se mobilizaram para responder uma grande pergunta:

O BIM é presente ou futuro na indústria da construção?

Os resultados são bastante interessantes, e promissores.

Mostram um mercado interessado no tema, sedento de conteúdo e formação de qualidade e preocupado em mobilizar os recursos-chave para o sucesso de uma adoção da metodologia BIM.

Acreditamos que o resultado deste mapeamento é um divisor de águas na avaliação da adoção e implantação da Metodologia BIM no Brasil. Destas respostas, ações de fomento ao BIM podem ser tomadas, nas mais diferentes esferas da Indústria da Construção.

BIM é o motor da revolução que está começando na Indústria da Construção Civil brasileira.

Confira o nosso release à imprensa

Grant Thornton

Maturidade BIM no Brasil