Artigo

Como iniciar o valuation de uma empresa privada?

Antes mesmo de pensar em vender a empresa é preciso saber quanto ela vale no mercado. A maioria dos investidores possuem vasta experiência a respeito dos princípios básicos de valorização de uma empresa de capital aberto, mas quando questionados sobre a avaliação em capital fechado, provavelmente, aparecerão diversas dúvidas. Isso ocorre porque uma empresa privada não passou pelo processo exaustivo de uma oferta pública inicial (IPO) e o valor de suas ações não está listado para o mundo inteiro ver em uma bolsa de valores específica. Mesmo assim, ainda é possível encontrar o valor de mercado de uma empresa privada. Basta saber onde procurar.

 

Quanto antes o valuation, melhor

É melhor estabelecer uma compreensão do valor do negócio com antecedência, de preferência nos primeiros estágios do planejamento de sucessão. Esse conhecimento não é apenas um fator-chave que afeta o tempo e a viabilidade da sucessão, mas também é necessário para fins de planejamento tributário, patrimonial e de seguros.

Além disso, trabalhar com um exercício de avaliação ajuda a identificar os impulsionadores de valor e os detratores do negócio. Confira abaixo algumas áreas a considerar ao realizar essa análise:

• Fluxo de caixa

Um negócio que mostra tendências de fluxo de caixa estáveis ou crescentes, apoiadas por margens de lucro consistentes, é tipicamente mais atraente para os potenciais compradores.

• Diferenciais de negócios

Sendo um é líder em uma indústria, com uma forte reputação, marca reconhecível e tecnologia avançada, o valor será muito maior do que um negócio semelhante que apenas manteve o status quo - ou foi marginalizado com um número excessivo de processos, por instância.

• Base de clientes

Se você fosse embora, sua empresa ainda teria uma base de clientes? Os compradores atribuem um valor maior às empresas com uma base de clientes diversificada, cujo relacionamento é compartilhado entre a equipe de gerenciamento e idealmente comprometido com contratos de longo prazo.

A dependência de um pequeno número de clientes, ou as principais relações de vendas que residem exclusivamente com o proprietário, são considerados detratores de valor significativo.

• Gestão

Nunca subestime o valor da equipe de gerenciamento. Esta é a chave para garantir que os negócios continuem a funcionar sem problemas posteriores. Esforçar-se para garantir que a equipe de gerenciamento seja forte e equilibrada - e o local de trabalho esteja livre de comportamentos disfuncionais e rotatividade excessiva - pode agregar um valor tremendo ao negócio.

• Ofertas de produtos ou serviços

Se as condições da indústria mudarem, um produto ou serviço que possa se adaptar facilmente com o tempo é uma enorme vantagem para um novo proprietário. Tomar as medidas agora para tornar as ofertas diferenciáveis e escaláveis adicionará valor ao negócio.

• Limpeza

A limpeza é importante - se estamos falando de seus livros (ou seja, seus registros contábeis e sistemas de relatórios) ou do seu ambiente de trabalho. Ter tempo de antecedência para colocar os sistemas certos no lugar tornará as coisas muito mais simples quando chegar a hora de vender.

Costuma-se dizer que a avaliação de empresas é mais uma arte do que uma ciência. Embora haja uma certa quantidade de julgamento profissional necessária para analisar muitos dos aspectos mencionados acima, o desenvolvimento da base apropriada para esse julgamento depende de habilidades matemáticas e lógica.

O valor de um negócio é essencialmente o valor presente de seus fluxos de caixa futuros. Os consultores de transações da Grant Thornton têm experiência em analisar a natureza preditiva do fluxo de caixa histórico, avaliando os riscos inerentes de um negócio e usando essas informações para formar uma opinião sobre o valor.

Transações
Saiba como a Grant Thornton pode ajudar no Valuation da sua empresa Acesse e conheça

Veja também