IBR (Internacional Business Report)

Ásia-Pacífico: identificando o crescimento na disrupção

A região Ásia-Pacífico (APAC) está dinâmica. Em 2018, as empresas enfrentaram inúmeros desafios, não se limitando aos riscos ambientais e ao envelhecimento da população. Mas com as adversidades também vieram grandes oportunidades.

De acordo com o relatório do International Monetary Fund, a expectativa de crescimento da APAC em 2018 é de 5,5% – o que corresponde a quase dois terços do crescimento global, com fortes projeções do PIB de 5,6% em 2019.

O Internacional Business Report (IBR), produzido pela Grant Thornton, também revela otimismo nos negócios sustentados na região, em torno de 55% no segundo trimestre de 2018, um aumento de 27 pp. (pontos percentuais) em relação ao segundo trimestre de 2017. A ASEAN (Associação das Nações do Sudeste Asiático) é um ponto particularmente promissor. Na rede de 64%, o otimismo empresarial na ASEAN atingiu um recorde projetado de mais de 5% a cada ano até 2022.

 

 

Quais são as tendências e oportunidades para as empresas neste cenário?

Em primeiro lugar: automação. As empresas da região são extremamente interessadas por novas tecnologias. Uma em cada três empresas (34%) acredita que liberar funcionários para tarefas de maior valor agregado com a simples automação de processos é a maior oportunidade para a APAC nos próximos cinco anos. Isso representa um aumento de 8 pp. de 26% no primeiro trimestre de 2018.

Simultaneamente, a melhoria da infraestrutura local emergiu como uma fonte de oportunidades reais na ASEAN, sendo citada como a maior oportunidade para a APAC por 42% dos líderes empresariais, e será auxiliada pela recente cooperação econômica na região após a formação da Comunidade Econômica da ASEAN em 2015.

Este cenário, porém, não é isento de desafios. O envelhecimento das populações, um risco sentido em todo o mundo, é visto como a maior ameaça para os próximos cinco anos pelos negócios da APAC. Além disso, a região deverá ser fortemente impactada por desafios ambientais, com quatro dos dez principais países do mundo afetados pelas mudanças climáticas situados apenas no sudeste asiático.

 

Como as empresas podem sustentar seu crescimento e perspectiva positiva diante desse cenário? Se você quiser saber mais sobre como podemos ajudá-lo na região Ásia-Pacífico ou ao redor do mundo, entre em contato com a nossa equipe de profissionais capaz de atender o seu negócio globalmente.