Global reach

PT-BR EN
IBR

A economia global em 2017. Olhando além da incerteza

As empresas olham além da incerteza à medida que otimismo global sobe.

Nossos resultados do último Relatório de Negócios Internacionais mostram que os líderes empresariais em todo o mundo, em sua maior parte, entram em 2017 em um estado de espírito positivo. Esta perspectiva otimista é particularmente visível entre as empresas dos principais blocos econômicos do mundo, incluindo os Estados Unidos e a China.

Globalmente, o otimismo empresarial foi de 38% no final de 2016, representando um salto de cinco pontos percentuais em relação ao trimestre anterior. Além disso, globalmente, a proporção de empresas que esperam aumento de receita em 2017 subiu para seu maior valor em quase dois anos.

O IBR baseia-se em mais de 10.000 entrevistas com líderes empresariais e dados de previsão econômica internacional e, este último relatório explora os desafios dos negócios dinâmicos nos próximos 12 meses, incluindo incerteza econômica, crescimento das exportações e propensão para reinvestir entre outros indicadores.

Globalmente, o otimismo empresarial no final do quarto trimestre de 2016 está em 38%. Este é um aumento de 5pp em relação ao terceiro trimestre e o nível o mais elevado desde o terceiro trimestre de 2015. Nos EUA, o otimismo aumentou de 43% a 54% - e a tendência é repetida globalmente.

O otimismo empresarial se recuperou e atingiu a marca de 34% na UE, um aumento de 6pp em relação ao trimestre anterior, e saltou ainda mais significativamente na zona do euro, com um aumento de 10pp, passando para 37%.

Fundamentos fortes sustentam o aumento do otimismo. Globalmente, a proporção de empresas que esperam aumento de receita em 2017 subiu 5pp, passando para 50% - o maior valor em quase dois anos.

Otimismo nos negócios no México caiu para 8% no quarto trimestre - o menor valor trimestral registrado. Líderes empresariais nas economias APAC desenvolvidas (abaixo de -8% a -16%) também são mais pessimistas.

Confira estes e outros dados acessando nosso estudo completo.

Confira o estudo completo
Download PDF [ 266 kb ]