IBR

TMT outlook: a tecnologia pode injetar otimismo e manter a atividade industrial?

Globalmente, a incerteza está aumentando para os negócios de Tecnologia, Mídia e Telecomunicações (TMT) em meio a um cenário econômico e político turbulento, de acordo com a mais recente publicação do International Business Report (IBR) da Grant Thornton.

Confira os dados globais do IBR 2019 - 1° semestre →

O otimismo de mais de 450 líderes globais de TMT caiu para 29% no primeiro semestre de 2019, ante 45% em relação ao período anterior. No Brasil, especificamente, o indicador é superior ao nível global (55%), porém está em queda de 7pp em relação aos seis meses anteriores.  

As expectativas em torno de receitas, lucros e emprego também foram afetadas. Porém, com empresas de outros setores buscando cada vez mais novas tecnologias como caminho para a transformação, esse também é um momento de oportunidade. Então, como a indústria de TMT pode superar a turbulência e prosperar?

Ambiente regulatório e político intensifica as barreiras comerciais

Os níveis mais altos de incerteza econômica no setor não são surpreendentes. Nos últimos meses, as exigências regulatórias aumentaram para alguns dos maiores players deste setor. Em dois anos, a Comissão Europeia impôs US$ 9,5 bilhões em multas antitrust contra o Google, enquanto o Facebook está sujeito a investigações de autoridades de proteção de dados desde que o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) entrou em vigor no ano passado.

Como explica Nick Watson, chefe global de TMT da Grant Thornton, “os reguladores estão começando a despertar ameaças, e os debates sobre proteção e privacidade de dados estão apenas começando. Um aumento na regulamentação aumentará os custos. E isso também pode se tornar muito político à medida que as barreiras comerciais começam a surgir”.

Esses custos mais altos são refletidos nos resultados da pesquisa, que mostram expectativas de preços de venda e exportação nos próximos 12 meses caindo para as empresas de TMT, em comparação com os seis meses atrás.

O impacto é particularmente pronunciado na eletrônica global, que é fortemente comercializada e opera em complexas cadeias transfronteiriças. A atividade diminuiu para muitos produtores e as vendas de semicondutores estão caindo a taxas de dois dígitos (ii).

A tecnologia também está na vanguarda das tensões comerciais EUA-China. Apenas 30 IPO’s foram registrados de empresas chinesas de TMT no primeiro semestre deste ano, em comparação com 40 no segundo semestre de 2018 (iii).

“Muitas das empresas de TMT com as quais Grant Thornton trabalha nascem globais”, explica Nick. "O aumento das tarifas e as guerras comerciais prejudicarão, criando problemas em torno da sustentabilidade de algumas das complexas cadeias de suprimentos do setor".

A escassez de talentos apresenta desafios

As barreiras comerciais também exacerbaram preocupações de longa data sobre escassez de habilidades e migração de mão-de-obra. Cerca de 49% das empresas de TMT relatam a disponibilidade de trabalhadores qualificados como uma grande restrição, perdendo apenas para os setores de transporte e saúde.

“A guerra por talentos é particularmente proeminente no setor de TMT porque suas necessidades são mais rigorosas e é mais difícil obter habilidades específicas”, explica Nick. “Para garantir o acesso aos melhores talentos que o mercado tem a oferecer, as empresas de TMT podem procurar construir uma presença maior perto do pool de talentos”.

A empresa de software Planixs, recentemente classificada como uma das empresas de tecnologia de mais rápido crescimento do Reino Unido, mudou suas operações para Manchester no final de 2018 para acessar o talento certo. Bem próximo a quatro grandes universidades, o Planixs agora tem acesso a um fluxo constante de talentos e pode aproveitar ao máximo a nova posição de Manchester como centro de investimento em tecnologia.

Recuando de mudar toda a sua sede, as empresas de médio porte da TMT também podem resolver o problema localizando a atividade de P&D perto desses centros. Nos EUA, a grande Boston, lar de 55 grandes instituições de pesquisa, tornou-se um verdadeiro atrativo dessa atividade nos últimos anos.

Como explica Nick, "embora a educação ainda não esteja avançando rápido o suficiente para acompanhar a demanda, as empresas de TMT podem fazer muito para atrair e reter o talento necessário para prosperar".

Investimentos de longo prazo podem ajudar a transformar riscos em oportunidades

No meio desses ventos contrários, as empresas de TMT estão fechando as portas quando se trata de investimento. As projeções para P&D e investimentos em tecnologia da informação na indústria caíram, em desacordo com as expectativas mais otimistas ​​- e até crescentes - em todo o mercado intermediário.

“As melhores equipes de gerenciamento com as quais conversamos são otimistas em relação à tecnologia, mas realistas de negócios. Alguns de seus planos dependem da captação de capital”, explica Nick. “O setor de TMT é tipicamente cíclico e, principalmente, alinhado ao sentimento econômico global. Pensar a longo prazo pode ajudar as empresas a enfrentar incertezas. "

Com as intenções de investimento em tecnologia amplamente saudáveis ​​em todo o mercado, as empresas TMT têm uma oportunidade real de responder. É provável que a demanda por certas tecnologias cresça, principalmente serviços em nuvem, fintech, videogame e streaming, bem como Internet of Things (IOT) e serviços online diferenciados.

Com os governos em todo o mundo usando uma variedade de incentivos para estimular a pesquisa e o desenvolvimento, incluindo subsídios e incentivos fiscais, as empresas de médio porte da TMT podem obter acesso às ferramentas necessárias para transformar seus produtos e serviços. E com as linhas entre tecnologia, mídia e telecomunicações ficando cada vez mais borradas, as empresas podem procurar parcerias com outras organizações do setor para acelerar o processo de inovação.

“As empresas de médio porte da TMT têm a oportunidade de atuar como pioneiras, à medida que as empresas procuram transformar suas ofertas digitais e tecnológicas”, diz Nick. “O que é necessário é reconhecer onde é provável que a demanda cresça e fazer investimentos estratégicos para esse fim”.

 

Saiba mais sobre como ajudamos as empresas do setor de Tecnologia, Mídia e Telecomunicações. Contate nossa equipe de Consultoria e tenha auxílio de profissionais especializados.

Veja também