Artigo

Impacto em ação: Como aumentar o potencial de atuação do terceiro setor?

As doações voluntárias estão em baixa globalmente. Em alguns países, as manchetes negativas provocaram certa desconfiança pública sobre as atuações no terceiro setor e, em outros, ainda há dúvidas sobre como as arrecadações são utilizadas para contribuir com as causas apoiadas.

Para auxiliar na construção de soluções para alguns desses problemas, a Grant Thornton elaborou o relatório Impacto em Ação [ 2549 kb ] a partir da análise do impacto das atuações com a intenção de medir como as instituições de caridade estão implementando sua estratégia e avançando com sucesso em sua missão. Neste sentido, demonstrar impacto é fundamental para uma administração eficaz. 

A medição do legítimo impacto do trabalho permite que as instituições de caridade demonstrem os resultados mais precisos possíveis para financiadores e partes interessadas, além de ajudar a informar a estratégia futura compreendendo os riscos do fracasso e os benefícios do sucesso.

O Impacto em Ação [ 2549 kb ] é o primeiro de dois relatórios, que apresenta as descobertas de nossa pesquisa com mais de 30 instituições de caridade líderes globais. Exploramos o impacto das diferentes instituições de caridade, os desafios que enfrentam ao medi-las e as inovações desenvolvidas para superar esses desafios.

Os objetivos dessa pesquisa são: 

  • Ajudar instituições de caridade a definir melhor o impacto;
  • Aprimorar a medição e a geração de relatórios;
  • Fornecer ferramentas em resposta à demanda cada vez maior de práticas baseadas em impacto.

 

Elaboramos seis etapas para melhor impactar a medição em nossas principais descobertas. 

Leia o relatório Impacto em Ação para saber mais.

 

Próximos passos

Nosso próximo relatório examinará mais de perto as tendências futuras e como elas afetarão a medição do impacto. Por exemplo: 

  • Crescente papel da tecnologia;
  • Geração emergente de doadores de caridade;
  • Trabalhadores que acreditam que o propósito é central. 

Se você gostaria de discutir qualquer uma das áreas levantadas neste relatório, entre em contato

Veja também