• Brasil entra no Top10 de países com mais mulheres em cargos de liderança, aponta Grant Thornton

Brasil entra no Top10 de países com mais mulheres em cargos de liderança, aponta Grant Thornton

  • 93% das empresas brasileiras entrevistadas afirmaram que, pelo menos, uma mulher ocupa um cargo de liderança
  • CEOs, CFOs e Diretora de Recursos Humanos são os principais cargos de atuação feminina

A porcentagem de empresas com, pelo menos, uma mulher em cargos de liderança subiu para 87%, um aumento de 12 pontos percentuais, em comparação com o ano passado, de acordo com a 15ª edição da International Business Report (IBR) – Women in Business 2019, realizada pela Grant Thornton com mais de 4500 empresários, em 35 países. No Brasil, são 93% das empresas com mulheres nessas posições. Em 2018, o percentual era de 61%. Esse avanço coloca o Brasil no Top10 de países com mais mulheres na liderança, ficando atrás somente dos Estados Unidos, Inglaterra e Índia.

As mulheres ocupam 25% dos cargos de liderança dentro dessas empresas. Entre as principais funções atribuídas às mulheres estão a de CFOs, diretoria da área de recursos humanos e CEOs. Globalmente, a média de presença feminina em cargos de liderança é de 29%. Em 2018, o Brasil tinha uma média de 29%, recuando quatro pontos percentuais neste ano.

Os números são encorajadores e indicam que a equidade de gênero está começando a ser levada a sério pelas empresas. Fatores como o aumento da transparência corporativa, debates sobre a disparidade salarial entre homens e mulheres e um diálogo público altamente visível, estão fazendo as empresas se movimentarem para a mudança”, comenta Carolina de Oliveira, diretora de Inovação, Marketing e Novos Negócios da Grant Thornton.

Enquanto o número de mulheres em cargos de liderança está aumentando, a equidade de gênero na alta direção ainda está distante. Quando se trata do papel de CEO ou diretoria executiva, globalmente, apenas 15% das empresas possuem uma mulher liderando o negócio.

“Se quisermos continuar vendo essa tendência de representação feminina aumentar, mais iniciativas devem ser tomadas e os líderes desempenharão um papel essencial nesse processo. Políticas que tratam da igualdade de oportunidades de desenvolvimento da carreira, adequações nos processos de recrutamento e a flexibilidade no trabalho devem ser seguidas, aplicadas e revisitadas regularmente para avaliação de sua eficácia. Esses elementos, quando combinados com o compromisso real da alta direção, são o ponto de partida para a criação de uma cultura verdadeiramente inclusiva e inovadora.” afirma Carolina.

No Brasil, entre as principais ações indicadas pelos entrevistados para aumentar e manter a equidade de gênero na liderança estão ações de acesso igualitário de oportunidades de trabalho e desenvolvimento, realização de mentoria e coaching e aumento da flexibilidade. Globalmente, as principais ações listadas são o acesso igualitário de oportunidades de trabalho, a criação de uma cultura inclusiva e flexibilidade.

“Iniciativas desse tipo e o aumento da presença feminina em cargos de liderança impactam na motivação das demais colaboradoras da empresa, com o fomento de inspiração em exemplos reais e próximos. Além disso, é perceptível o crescimento e avanço da inovação em empresas com mais mulheres na liderança”, conclui Oliveira.

Entre as principais barreiras apontadas por empresas no Brasil são a de encontrar tempo em paralelo às principais responsabilidades do trabalho, o acúmulo de responsabilidades fora do trabalho e não ter renda para investimento em educação e desenvolvimento pessoal. Globalmente, as principais barreiras são, também, a falta de tempo entre as principais atividades no trabalho e fora dele, a falta de acesso a oportunidades de trabalho e acesso a novas oportunidades de networking. 

 

Sobre a Grant Thornton Brasil

A Grant Thornton é uma das maiores empresas de auditoria, tributos, consultoria, transações e BPS, com presença em mais de 130 países. No Brasil, reúne um time de 60 sócios e mais de 1300 profissionais, em 13 escritórios nas principais capitais do país, atendendo empresas nas mais variadas etapas de crescimento, desde startups a companhias abertas. Com uma forma de trabalho customizada, combinando excelência, relacionamentos produtivos e custo benefício, a Grant Thornton tem como objetivo desbloquear o potencial de crescimento das empresas. Firma-membro da Grant Thornton International Ltda., conta com uma equipe de especialistas experientes e equipes multidisciplinares e acesso global às mais variadas metodologias, ferramentas e profissionais da rede global da Grant Thornton.

 

Para mais informações, entre em contato com a Tamer Comunicação:

Theo Carnier – theo@tamer.com.br – (11) 3031-2388

Amanda Trolezi – amanda.trolezi@tamer.com.br – (11) 3031-2388 ramal 220