• Nenhuma das 62 empresas do Ibovespa é presidida por uma mulher

Os dados corroboram o ponto de vista de Lucia. Na pesquisa da Grant Thornton, em empresas que não possuem mulheres na liderança, só 32% delas dizem ter o objetivo de chegar ao topo. Porém, quando a companhia tem exemplos femininos nos cargos de gestão, o índice sobe 17 pontos porcentuais, para 49%.

O Estadão/Broadcast conversou com cinco executivas em cargos de direção de grandes empresas que contam de suas dificuldades no mercado de trabalho e do sucesso em suas trajetórias profissionais

Confira a matéria completa: https://economia.estadao.com.br/noticias/governanca,nenhuma-das-62-empresas-do-ibovespa-e-presidida-por-uma-mulher,70002747615