• Mulheres na Liderança: as barreiras que ainda prejudicam a ascensão feminina no mercado de trabalho

No Brasil, três em cada 10 pessoas dizem que sentiriam incômodo em serem chefiados por uma mulher, segundo pesquisa da Ipsos; questão é cultural, dizem especialistas.

Em entrevista ao G1, a diretora de inovação, marketing e novos negócios da Grant Thornton, Carolina de Oliveira, declarou acreditar que, apesar de ainda existir, a resistência a líderes femininas tem diminuído e está mais restrita a empresas que mantêm uma cultura mais tradicional e que não adotam práticas de diversidade.

Confira a matéria completa → Mulheres na Liderança: as barreiras que ainda prejudicam a ascensão feminina no mercado de trabalho