• Grant Thornton: Receita global avança 9,4% em 2018, para US$ 5,5 bi; Brasil cresce 27%

A empresa de auditoria e consultoria Grant Thornton International registrou faturamento de US$ 5,5 bilhões no ano fiscal de 2018, encerrado em setembro. O número representa avanço de 9,4% em comparação ao ano anterior. No Brasil, o crescimento anual foi de 27%. A companhia não divulga a receita no país em termos absolutos.

O crescimento global foi impulsionado pelo aumento de 54,7% no faturamento na África e de 18,7% na região que engloba Ásia e Pacífico. Na Europa, foi reportado crescimento de 7,7%.

Nas Américas, maior mercado da Grant Thornton, a receita somou US$2,5 bilhões, 5,7% maior que a apurada um ano antes. Especificamente no Brasil, o avanço da receita foi atribuído à melhora do desempenho dos serviços financeiros e de seguros e de investigações forenses, que cresceram 73% e 50%, respectivamente.

A maior parte da receita global da companhia em 2018 teve como origem os serviços de auditoria cujo faturamento chegou a US$2,1 bilhões – 39% do total. Os serviços de consultoria representaram 35% do faturamento, com US$1,92 bilhão. A área de serviços tributários faturou US$1,19 bilhão, 22% da receita total. O restante veio de “outros serviços”.

“Apesar da crescente incerteza em muitos mercados neste ano em decorrência da agitação política e do aumento das tensões comerciais, as condições comerciais permaneceram atrativas para clientes em todo o mundo”, disse Peter Bodin, diretor-presidente da Grant Thornton International em comunicado.

 

Fonte: Valor Econômico