Global reach

PT-BR EN
Business Process Solutions

Por que e quando investir em BPS?

Por Pier Atti

Independente do porte da empresa, desde startups até empresas já consolidadas no mercado é possível, e em certos casos recomendado, terceirizar o backoffice da organização. Mas, qual é o momento certo para fazer a contratação de serviços de BPS?

Primeiramente, é importante ressaltar que diferente do senso comum, o BPS nem sempre traz uma economia de custo imediata, ela acontece em médio e longo prazo, por isso a redução de custos em curto prazo não deve ser o fator determinante para esta decisão, pois vai muito além desta questão.

Em um país que demanda elevados controles e obrigações em sua legislação, estar em compliance com as responsabilidades e obrigatoriedades contábeis, fiscais, financeiros e trabalhistas é essencial para gerir a empresa e prever potenciais riscos, que podem trazer penalidades que impactarão diretamente na saúde financeira e legal dos negócios. E, o BPS traz essa segurança.

 Se você não consegue garantir a eficácia de 100% de seus processos de backoffice e não consegue focar no core business de seu negócio, esta é a hora de buscar um BPS.

É muito importante ressaltar que o melhor momento para uma empresa pensar em contratar os serviços de BPS, é que muitas companhias, independente do porte delas, tem o conhecimento do seu negócio, seja industrial, comercial e/ou serviços, mas não estão focadas nos processos de retaguarda (back-office). E, nesta visão, temos muitas empresas que não conseguem identificar este ponto fraco que, por muitas vezes, tem uma estrutura interna que atende ao processo recorrente, mas não consegue antecipar novos movimentos da empresa. Neste sentido, a terceirização ajudará os líderes da organização a focar seus esforços exclusivamente nas estratégias do negócio da organização com a profundidade necessária, pois adequará, atenderá e fará toda a prevenção dos processos contábil, fiscal e de folhas de pagamentos da companhia.

Empresas de middle market podem até pensar que são pequenas demais para contratar este tipo de serviço, mas a médio e longo prazo podem chegar a conclusão que o BPS favorecerá muito seu crescimento, pois permite que o empresário direcione sua equipe para o que realmente interessa, ao seu produto e serviço final. E, ao manter um profissional generalista em sua contabilidade, pode ter riscos em sua gestão, uma vez que é muito caro manter profissionais especializados para a gestão eficaz da organização.

Já empresas de grande porte podem optar pelo BPS por conta da tecnologia aliada ao vasto conhecimento dos profissionais, que permitem maior agilidade e segurança na integração das informações, uma vez que a integração com os sistemas de ERP das empresas, feita pelas organizações de BPS garantem que não haja perdas de informações durante os processos, reduzindo custos desde o início da contratação.

Por fim, o foco no planejamento estratégico das organizações é o que definirá o momento certo para se investir neste tipo de serviço.

Pier Atti é sócio de contabilidade da Grant Thornton Brasil.